• Dialog

Coronavírus: saiba as medidas de segurança do trabalho

Ainda em março, no começo da pandemia do Covid-19, a Organização Mundial da Saúde lançou uma cartilha com algumas medidas de segurança para evitar a disseminação do novo vírus. Entre as diretrizes estavam: higienizar as superfícies regularmente e recomendar a higienização constante das mãos. Com a facilidade do contágio, o distanciamento social se tornou uma das armas de prevenção e diversas empresas de diferentes tamanhos adotaram o sistema home office. No entanto, algumas empresas não tiveram esse privilégio de parar o seu funcionamento, por serem de setores mais operacionais, e tiveram que manter seu trabalho.

A verdade é: nunca falamos tanto de segurança do trabalho. Para aqueles que conseguiram adotar um modelo digital, existe a preocupação com a adaptação por parte dos profissionais e para os que estão na linha de frente no combate ou que pretendem em breve, retomar a atividade, há a preocupação em evitar que a doença se alastre ainda mais. É essencial ter um profissional de saúde à disposição para o planejamento de segurança e o ideal é disponibilizar os testes aos colaboradores. A humanização neste momento é primordial, estabelecer diálogos, entender as dores.

Quais medidas de segurança preciso tomar?

Assim como outras questões, as medidas de segurança devem se adequar a realidade da empresa, por isso, não há uma receita pronta. Existem algumas práticas que devem ser feitas e estimuladas por toda empresa como: lavar as mãos constantemente, o uso obrigatório de máscaras de proteção e se possível, ainda manter o distanciamento social. Agora, mais do que nunca, deve ser debatido quais atitudes devem ser tomadas para a volta do trabalho. Algumas empresas já estão planejando a volta, por isso a nossa equipe da Dialog achou importante mostrar quais medidas podem ser implementadas.

Para reforçar a segurança no trabalho, é extremamente necessário a criação de um protocolo e um manual para os colaboradores cumprirem. Abaixo, incluímos algumas recomendações do Ministério da Economia, citadas no Ofício Circular SEI nº 1088/2020, que orientam aos trabalhadores e empregadores práticas de boa higiene e conduta que ajudam a prevenir e diminuir o contágio do Covid -19. Confira:

  • Promover teletrabalho ou trabalho remoto. Evitar deslocamentos de viagens e reuniões presenciais, utilizando recurso de áudio e/ou videoconferência;

  • Instituir mecanismo e procedimentos para que os trabalhadores possam reportar aos empregadores se estiverem doentes ou experimentando sintomas;

  • Adotar procedimentos contínuos de higienização das mãos, com utilização de água e sabão em intervalos regulares. Caso não seja possível a lavagem das mãos, utilizar imediatamente sanitizante adequado para as mãos, como álcool 70%;

  • Emitir comunicações sobre evitar contatos muito próximos, como abraços, beijos e apertos de mão;

  • Criar e divulgar protocolos para identificação e encaminhamento de trabalhadores com suspeita de contaminação pelo novo coronavírus antes de ingressar no ambiente de trabalho. O protocolo deve incluir o acompanhamento da sintomatologia dos trabalhadores no acesso e durante as atividades nas dependências das empresas;

  • Reforçar a limpeza de pontos de grande contato como corrimões, banheiros, maçanetas, terminais de pagamento, elevadores, mesas, cadeiras etc.

  • Privilegiar a ventilação natural nos locais de trabalho. No caso de aparelho de ar condicionado, evite recirculação de ar e verifique a adequação de suas manutenções preventivas e corretivas.

Essas são apenas algumas medidas que devem ser implementadas nas organizações, principalmente aquelas que não puderam parar seu funcionamento. Uma das formas de transmitir todas as normas recomendadas aos colaboradores, mesmo em home office ou que em breve vão retomar o trabalho, é elaborar uma cartilha com todos os cuidados que precisam ter, assim como todas as medidas que a empresa vai tomar de prevenção ou ação em caso de uma possível contaminação. Quanto mais transparente e constante os comunicados, maior a chance das medidas serem efetivas.

É papel dos gestores e da área de Recursos Humanos garantir a saúde do empregador, por isso, adote um canal de comunicação interna para transmitir todas as medidas e recomendações, crie o hábito de ligar periodicamente para saber como está cada colaborador e esteja atento às novidades e situação do mercado para estar preparado para o próximo passo.

Você pode entender mais sobre a importância da comunicação interna durante a pandemia aqui. Um canal de comunicação interna é fundamental para manter os profissionais alinhados, engajados e claro, informados sobre tudo o que acontece na empresa diariamente. A Dialog, hub de comunicação interna e RH, permite a concentração desses materiais de apoio no próprio app, onde todos os colaboradores podem ter acesso e a entrega das mensagens se torna mais fácil. Conheça mais sobre as nossas soluções!


5 visualizações
LINKS
CONTATO

contato@dialog.ci

Tel: (11) 4871-7143

Rua Henrique Schaumann, 270, 6o andar

São Paulo, SP